Operação de uma Venture Builder

Como é a operação de uma Venture Builder

Quer saber como é a operação de uma Venture Builder? Então, acompanhe este artigo e tire todas as suas dúvidas.

Em meus dois últimos textos, Como as startups são avaliadas e Conhecendo a equipe e o negócio com mais profundidade, falei sobre o processo de seleção e negociação com as startups aqui da FCJ Bauru.

Agora vou trazer a visão para você do trabalho que é realizado a partir do momento que essas startups entram para o portfólio da FCJ, nossa Operação como Venture Builder.

Uma das perguntas mais comuns que recebo é: “Quanto tempo dura esse programa?”

Não temos um tempo fixo de trabalho, nem chamamos nosso modelo de Programa. Nos tornamos sócios da startup e começamos a trabalhar juntos, a startup ganha um sócio operacional.

Esse trabalho pode variar de 2 a 5 anos (média), e durante esse período nós ajudamos a startup a evoluir seu modelo de negócio e a obter melhores resultados para crescer com mais velocidade.

A startup pode começar a trabalhar conosco a partir do estágio de Operação (já realizou as primeiras validações do negócio e já conquistou seus primeiros clientes pagantes) e ficamos com ela até a Série B e/ou um M&A. Em breve falarei um pouco mais sobre os estágios de captação de investimento.

Nós organizamos esse trabalho em 3 pilares: Direcionamento, Oportunidade e Captação de Investimento. Sendo eles:

Direcionamento :

Momento onde nós ajudamos a startup a “organizar a casa”. Entendemos o modelo de negócio com profundidade propondo melhorias onde enxergamos oportunidade, ajudamos a estruturar as áreas de marketing e vendas.

Além disso apoiamos na organização das áreas administrativas, como o financeiro, contábil e jurídico, para que a startup tenha mais tranquilidade nesses temas e consiga dedicar mais tempo e energia em evoluir o negócio.

Oportunidade :

Buscamos conexões, indicamos programas de aceleração e inovação e eventos que possam trazer oportunidades de vendas para a startup.

Dentro desse pilar também existe a rede da FCJ Venture Builder, que hoje conta com mais de 60 executivos e mais de 200 investidores.

A rede pode colaborar com a evolução da startup que está dentro do nosso portfólio. E por último, mas não menos importante.

Captação de Investimento :

Tendo a “casa bem organizada” e uma boa recorrência e crescimento de vendas, chegou a hora de buscar investimento para crescer de forma acelerada.

Quando a startup atinge os resultados necessários para iniciar a captação, nós apoiamos e conectamos essas startups com grupos de anjo, VCs ou CVCs.

A rede FCJ também possui o FCJ Angels, um grupo de Investidores Anjo para as rodadas de investimento Anjo e a FCJ Capital, Fundo de Investimento Privado (FIP) para rodadas de Seed e Séria A.

Dentro desses 3 pilares, atuamos no dia-a-dia da startup, ajudando-a estrategicamente para que ela tenha bons resultados e consiga evoluir seu negócio de forma rápida e consolidada.

Caso tenha alguma dúvida, ou queira compartilhar alguma experiência, mande aqui nos comentários.

Grande abraço! 

Outras novidades

Como é a operação de uma Venture Builder

Como é a operação de uma Venture Builder

Quer saber como é a operação de uma Venture Builder? Então, acompanhe este artigo e

FCJ Bauru seleciona a startup YouGo para compor o portfólio

FCJ Bauru seleciona a startup YouGo para compor o portfólio

Após realização do terceiro Investor Day, que aconteceu em edição remota no dia 13 de

FCJ Bauru seleciona duas novas startups para o seu portfólio

FCJ Bauru seleciona duas novas startups para o seu portfólio

FCJ Bauru seleciona duas novas startups para o portfólio: Madalu Até Você e Langue

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *